Ferramentas de Gestão
  • Author:Aline Lima
  • Comments:0

Transformação Digital promove o crescimento do mercado de aplicativos

Neste artigo mostramos como a Transformação Digital promove o crescimento do mercado de aplicativos. As ferramentas de gestão para empresas estão reinventando a maneira como costumávamos trabalhar. Elas suportam os processo de negócio e os tornam mais ágeis, facilitando o processo de transformação digital nas organizações.

De acordo com as previsões do instituto de pesquisa Gartner, a despesa mundial com softwares empresariais crescerá, fazendo com que as despesas cheguem a US$ 201 bilhões.

A pesquisa também indica que os segmentos que apresentam maior crescimento durante o período de 2015 a 2019 são marketing, e-commerce e softwares de gestão.

Conheça as sete tendências ligadas gestão e tecnologia que até 2019 afetarão diretamente o mercado:

1. Modernização de aplicativos corporativos

Em uma pesquisa recente do Gartner, 45% dos entrevistados com conhecimento da estratégia de software de sua organização indicaram que uma das cinco principais prioridades do projeto de TI atual é “modernização de aplicativos instalados nas empresas”.

Destes, 41% indicaram que a “capacidades das principais aplicações empresariais” é uma das cinco principais prioridades de modernização.

Com a cultura digital vivenciada nas organizações, os gestores terão acesso em tempo real às tarefas em que cada um está trabalhando, tornando seu relacionamento com os colaboradores muito mais maduro.

2. Criação de novos modelos de consumo

Como as alternativas baseadas em assinatura e particularmente o software como um serviço (SaaS) estão sendo adotadas pelas organizações, um padrão de receita mais previsível surgirá.

Uma pesquisa recente do Gartner mostra que os modelos de consumo alternativo às tradicionais licenças locais representam mais de 50% das novas implementações de software.

3. As aplicações serão desenvolvidas e não compradas

Até 2020, 75% do valor gasto com aplicações para dar suporte a negócios digitais serão construídos, de acordo com o Gartner.

As empresas adotarão novas maneiras de desenvolver uma combinação de componentes de aplicativos inovadores, softwares com serviços profissionais (com recursos de personalização e integração), ou soluções provenientes de startups ou fornecedores especializados.

4. A ascensão da dinâmica de mercado de Digital

Competindo com sucesso a economia digital está transformando-se rapidamente um imperativo estratégico principal para negócios toda em torno do mundo.

Esta mudança na prioridade e no foco do negócio traz uma perspectiva nova a respeito das aplicações.

A necessidade de competir em uma escala cada vez mais global estimula o aprimoramento, a racionalização e a reengenharia das cadeias de suprimentos, levando as empresas a se modernizarem.

5. Produtividade na nuvem

O Gartner prevê que, até 2020, mais de 75% das organizações irão implantar análises avançadas como parte de uma plataforma ou aplicativo de análise para melhorar a tomada de decisões empresariais.

As empresas estão acelerando a mudança no foco de seus investimentos de medição para análise, previsão e otimização. A implantação de tecnologias avançadas de análise se tornará crítica para alcançar esses objetivos.

6. Análise de dados para apoiar o crescimento

Em 2015, a previsão do Gartner é de que 15% dos profissionais sejam supridos por ferramentas baseadas na nuvem, como o Runrun.it.

A porcentagem em 2020 será de 60%, segundo levantamento da consultoria. Todo o diálogo e os dados compartilhados ficam salvos online no sistema. Assim, vocês podem trabalhar até com pessoas do outro lado do mundo, caso necessário.

7. Migração do relacionamento com o cliente para a nuvem

Na América do Norte, a adoção de CRM através da nuvem tornou-se comum com organizações cada vez mais utilizando um modelo híbrido de produtos locais e de nuvem.

No entanto, a adoção de SaaS em algumas regiões emergentes é fortemente limitada pela infraestrutura de rede e data center, regulamentações governamentais sobre dados de clientes e a falta de ofertas de SaaS / nuvem em idioma local.

O Gartner prevê que, até 2020, cerca de um quarto das organizações em regiões emergentes operará seus sistemas de CRM principais na nuvem, contra cerca de 10% em 2012.

Fonte: http://www.gartner.com/newsroom/id/3119717